O que é: Low Poo


Focada cada vez mais na saúde dos fios, a indústria da beleza e dos cosméticos lança uma nova tendência no mercado: os artigos Low Poo. O termo em inglês designa produtos que contem menos sulfato, menos parabenos, menos silicones e menos petrolatos que o índice normal – ingredientes que, atualmente, são considerados agressivos para o cabelo.

O termo Low Poo, em tradução livre, está relacionado com a expressão “pouco shampoo”. Isto é, refere-se aos produtos que apresentam pouco ou nenhum ingrediente que envolva sulfato. O sulfato é responsável por uma limpeza profunda no fio que, ao mesmo tempo em que retira os resíduos acumulados no cabelo, também destrói a oleosidade natural, ressecando o fio e o deixando com aspecto quebradiço.

Low Poo também refere-se ao termo “pouco shampoo” por um motivo ainda mais óbvio: o de não fazer muita espuma. Enquanto os tradicionais produtos do mercado criam aspecto espumoso, mesmo quando em poucas quantidades, os produtos Low Poo produzem pouca ou nenhuma espuma. E, por isso, paira uma grande dúvida sobre sua funcionalidade: um shampoo que não faz espuma, realmente “lava” o cabelo?

A resposta é sim. Mas, antes de falarmos por qual motivo, precisamos entender que, de maneira geral, nós, brasileiros, associamos a espuma com a ideia de limpeza. Sabe-se que, muitas marcas internacionais que buscam adentrar no mercado brasileiro precisam, via de regra, adequar suas fórmulas para atender a relação cultural que possuímos com a espuma – “quanto mais espuma, mais limpo!” Entretanto, esse paradigma é quebrado pelos produtos Low Poo na medida em que a limpeza é realizada através de tensoativos específicos.

A tendência da redução de sulfato é tão grande que muitas empresas de sabonetes e cremes dentais já aderiram ao selo Sulfate Free. O selo exige um grande investimento por parte das indústrias, especialmente na descoberta dos tensoativos que substituem o sulfato e na busca por detergentes menos pesados, como laurisulfato de sódio (LSS). E isto implica em um custo mais elevado para o consumidor final.

Contudo, os resultados valem o investimento do consumidor: os Low Poo diminuem o frizz, aumentam a durabilidade da coloração, diminuem as reações alérgicas do couro cabeludo, limpam sem desidratar, preservam a cutícula do fio e são indicados para cabelos ressecados, cacheados, tinturados e descoloridos.

Assim, os produtos do tipo Low Poo oferecerem ao mercado da beleza um novo horizonte: menos agressivos em sulfato, eles erguem a bandeira da consciência em nome da saúde dos cabelos das brasileiras e quebram o paradigma de que espuma e limpeza estão diretamente associados. Que tal experimentar? Procure um salão de sua confiança e deixe-se surpreender pelos produtos Low Poo.

Imagem: Select by Freepik.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags