Pompadour: história e estilo


A coluna de hoje é dedicada ao Dani, nosso seguidor no Instagram (@salaoinesbeauty). O Dani nos procurou para pedir uma ajuda especial: uma dica de um bom corte masculino. Indicamos o Pompadour, um corte atual, com muito estilo e com muita história também.

O corte Pompadour data do século XVIII e consistia, originalmente, em um item do estilo feminino utilizado amplamente por grandes personalidades da França. Tratava-se de um estilo notavelmente elitizado, sendo comum entre as mulheres que ostentavam títulos de nobreza.

Quanto maior o topete, mais ostentação ele traria ao semblante da dama. O nome Pompadour está vinculado justamente com tal imagem de opulência, que, na época, era personificada através da Madame Pompadour, a amante oficial de Luís XV, Rei da França. O topete popularizou-se tanto dentro das paredes dos palácios franceses que até mesmo Maria Antonieta, quando coroada, chegou a adotá-lo.

Deixando a França e a ornamentação dos altíssimos topetes das damas de outrora, o corte Pompadour também foi símbolo de uma década marcada pela juventude: os anos 1940. Agora, não mais restrito ao universo feminino, o corte ganha vez e popularidade ao ser apresentado por Elvis Presley, cujo estilo icônico só vez crescer a adesão ao Pompadour. Elvis deu um toque de inovação ao corte: desfilava exibindo altos topetes com laterais firmemente penteadas para trás.

Nos últimos três anos, o corte Pompadour teve mais uma cena, ou mais um revival. Combinado com o under cut, corte cujas laterais são raspadas, o topete foi atualizado e ressignificado – descontraído, sem brilhantina, sem laterais necessariamente presas (podem estar raspadas ou apenas baixas) – para os nossos dias. A citar: o estilo é apresentado por muitas celebridades atuais, como o ex-jogador inglês e símbolo fashonista, David Beckham.

Cabelos lisos, afros, grossos, finos, naturais ou alisados. O corte Pompadour é democrático e harmoniza-se com a maioria dos formatos de rosto. Não há erro em fazer opção por este estilo. Porém, lembramos que o topete dará um pouco mais de trabalho para que os fios fiquem modelados e firmes o dia todo. E, se você também optar por laterais raspadas, vale dar uma passada no salão de beleza de 15 em 15 dias para manter o corte em ordem. Recomendamos, por fim, o uso de gel molhado, pomada seca e/ou spray de cabelo para dar finalização ao Pompadour.

Um corte cheio de charme, estilo e história – assim é o Pompadour. Para outras dicas ou mais conteúdos, continue navegando em nosso blog.

Imagens: quadro inferior: Xpress Mag by theidleman.com; quadro superior direito: hdimagesnew.com; quadro superior esquerdo: therighthairstyles.com.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

Inês Beauty. Proudly created with Wix.com