Fora dos padrões


Há alguns dias uma grande polêmica tomou conta das redes sociais. Por infortúnio – ou oportunamente, um texto publicado pela revista Veja causou um levante sobre os padrões de beleza e de comportamento da mulher brasileira. O texto engrandecia a figura de Marcela Temer, esposa do vice-presidente Michel Temer, e a intitulava: bela, recatada e do lar.

Poucas horas depois do texto ser publicado, no dia 18 de abril deste ano, o termo “bela, recatada e do lar” já havia se tornado um viral nas redes sociais. As críticas vieram acompanhadas de muito humor em um primeiro momento e ganharam, inclusive, uma página no Tumblr dedicada somente a hashtag. Contudo, logo se denotou uma importância maior: a de que precisamos repensar o padrão de beleza e de comportamento da mulher – não apenas repensá-lo, talvez, extingui-lo.

Já é lugar-comum sabermos o quanto a sociedade contemporânea objetifica a mulher e a impregna de uma ânsia à beleza física. O quanto e como categorizamos sua beleza e seu comportamento. Entretanto, como estamos em um cenário nacional de redescoberta da consciência política, muitas mulheres e muitos homens buscaram uma forma de protestar contra o padrão exposto indiscretamente pelo texto da revista Veja. Em publicação do site ClicRBS, o texto da revista Donna nos oferece o depoimento de muitas destas vozes. Nana Queiroz é uma delas. Para a jornalista, os protestos não são contra as mulheres que optam pelo tradicionalismo e o conservadorismo, mas contra o conceito que apenas estas mulheres possuem valor.

Assim como Marcela Temer, também Milena Santos tornou-se polêmica. A vencedora do concurso de Miss Bumbum Estados Unidos de 2013 e atual esposa do novo ministro Alessandro Teixeira, publicou em suas redes um “ensaio fotográfico” realizado no gabinete do Ministério do Turismo. As fotografias de Milena com um vestido bastante decotado e provocante foram legendadas com uma frase de efeito. “Ao lado de um grande homem existe sempre uma linda e poderosa mulher.”

A questão que envolve os dois casos é que nem Marcela Temer, jovem e recatada, nem Milena Santos, sensual e provocante, são “mulheres reais”. Por “mulheres reais”, lê-se: o grande número de mulheres que lutam no cotidiano por suas famílias, por seus empregos, por suas empresas. Mulheres que podem não ser tão jovens, não frequentarem a elite, ou não exercerem a educadíssima compostura conservadora, mas que trabalham – e trabalham duro – dia após dia, e que se permitem, mesmo que às vezes, ter lazer, farra e diversão.

Marcela e Milena são, portanto, exceções. Podemos vê-las como “mulheres fora dos padrões”. Pois o padrão contemporâneo do que é belo não está mais neste ou naquele comportamento, nesta ou naquela aparência, neste ou naquele sentido de estética. O que é belo, de verdade, é que não somos todas belas, nem todas recatadas, e, definitivamente, nem todas “do lar".

Fontes das imagens:

- Marcela Temer: http://www.dn.pt/mundo/interior/brasileiras-reagem-com-humor-e-furia-a-perfil-de-marcela-temer-5138233.html

- Milena Santos: http://ego.globo.com/famosos/noticia/2016/04/milena-santos-entra-na-mira-da-sexy-apos-fotos-em-gabinete-de-ministro.html (Foto: Divulgação / MF Models Assessoria )

- Bela, recatada e do bar: http://belarecatadaedolar.tumblr.com/post/143322229325/

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

Inês Beauty. Proudly created with Wix.com