Trend alert: beach waves, ou a onda das ondas


Fios desalinhados, ondulação e volume caracterizam o efeito do cabelo que veio para marcar o ano. A moderna onda Beach Waves possui inspiração na estética natural de quem acaba de sair do mar ou de um longo banho de sol. Entretanto, a onda das ondas não é de hoje.

Pode-se encontrar um determinado mapeamento da tendência que perfaz a estética dos anos 1980. Tal década, que é hoje uma das referências para a moda e o mood de grandes marcas, inaugurou o comportamento Beach Style. Nessa época, o clássico “A Lagoa Azul” tornou-se uma febre entre as norte-americanas; e a protagonista Brooke Shields ditou tendências com seu bronzeado e seu cabelo castanho dourado cheio de ondas irregulares. O estilo ficou tão característico que se tornou uma marca registrada na beleza do verão estadunidense.

De lá para cá, pontuaram-se picos nos quais a tendência e o estilo reapareceram. O último pico foi no verão de 2014, quando a moda do efeito de ondas deixou os Estados Unidos, solo em que já era consagrado, para cair no gosto das mulheres brasileiras. Ícone da época, a atriz Bruna Marquezine ajudou a expandir o sucesso da Beach Waves quando combinava looks despojados e joviais com o cabelo despretensioso. No ano passado, a tendência ganhou ainda mais força quando as mechas californianas e o ombre hair tornaram-se febres no país.

Engana-se quem acredita que o efeito Beach Waves merece apenas a composição de looks do estilo “acordei assim” ou mesmo que elas tenham ficado lá em 2014. As ondas praianas ganharam a noite e o glamour dos mais badalados eventos internacionais deste ano. No Oscar 2016, que ocorreu em fevereiro, brilharam nomes como Margot Robbie, Saoirse Ronan e Kate Winslet. No Grammy, Selena Gomez, Florence Welch e Meghan Trainor, além de outros nomes do meio, exibiram suas ondas despojadas em vestidos de alta costura. As Beach Waves também apareceram na última campanha da renomada marca Victoria's Secret, com destaque para a top model Candice Swanepoel. Ainda pode-se citar: Doutzen Kroes, Georgia May Jagger e a über model Gisele Bündchen.

Das praias para as noites de tapete de vermelho, as ondas de efeito “bagunçadinho” também ganharam espaço nas passarelas internacionais deste ano. Nomes como Alexandre Vauthier e Elie Saab são responsáveis por fixar a tendência no universo da moda. Enquanto os desfiles aconteciam, entretanto, a indústria da beleza já se adiantava: nos primeiros meses de 2016 (e nos últimos de 2015) surgiu uma gama enorme de produtos que vão desde surf spray e sea salt spray até tratamentos pós-efeito para os cabelos mais sensíveis.

A única ressalva do efeito ondulado está no comprimento do cabelo, uma vez que o cabelo tende a “subir” e o trabalho ficar menos expressivo. Em cabelos curtos o efeito desaparece e sobram “bagunça” e volume. Recomenda-se, assim, que as mulheres que desejarem seguir a tendência procurem por apliques ou extensões. A dica de ouro para a onda das ondas é usar um bom mega hair.

Fonte da imagem: à direita: barefootblonde.com; à esquerda: cabeloslindos.com.br

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags