Carnaval no Oscar


O Oscar 2014 foi, de fato, um dos mais surpreendentes da história da premiação, fosse pelos vestidos minimalistas ou pelo comportamento exaltado das celebridades. Sites especializados, como o FFW Fashion Forward, perderam as apostas ao apontarem que este ano veríamos uma continuação dos volumosos e bordados vestidos do ano passado. Nem volume, nem bordado. Os vestidos do Oscar eram, em geral, lisos, em cores únicas e com silhuetas modestas.

Jennifer Lawrence, que em 2013 recebeu o Oscar de melhor atriz, surpreendeu ao desfilar um Dior vermelho tomara que caia, com leves pepluns laterais e caimento evasê. A atriz norte-americana não foi a única a optar por um modelo mais simplista: Amy Adams, Sandra Bullock, Jessica Biel e até mesmo Lady Gaga optaram por vestidos tomara que caia, justos e com pouco volume. Em tons claros ou cores fechadas: branco, preto, vermelho, azul e muito nude marcaram a noite.

Contudo, se os vestidos deste ano foram comportados e modestos, o comportamento das celebridades lembrou o carnaval brasileiro. A estratégia de marketing pessoal de Jennifer Lawrence, o “gente como a gente”, que levou a atriz a ter altos índices de aceitabilidade no cinema global (e seus filmes gerarem maiores receitas), parece ter contagiado todos os presentes na premiação. Caretas, brincadeiras e trapalhadas duraram o evento inteiro.

Do selfie que parou o Twitter até a pizza servida para a primeira fila, na mão mesmo, a estratégia deste Oscar parece querer aproximar o grande público dos seus astros. Destaque para “a nova queridinha” da acadêmia, a queniana Lupita Nyong’o. Vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante, Lupita usou um Chanel azul claro feito sob medida e, claro, também caiu na folia do Oscar 2014.

E o que toda essa alegoria do Oscar significa ou influência em nossa sociedade? Simplicidade. Isto mesmo, simplicidade. Menos luxo e glamour, menos vestidos rendados, bordados e rebordados; e mais autoralidade, mais diversão e mais descontração. Talvez estejamos presenciando o fim da longa era dos tecidos rendados, das cores vibrantes e chamativas, dos paetês e mil brilhos. Talvez.

Fonte da imagem: elaborado pelo autor.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

Inês Beauty. Proudly created with Wix.com